“Todos pra Escola”: Prefeitura apresenta estratégias para prevenção e combate à infrequência escolar na Rede Municipal


Nesta quarta-feira (11), a Secretaria Municipal da Educação (SEDUC) promoveu a  audiência pública “Todos pra Escola – Lugar de Criança e Adolescente é na Escola”. A iniciativa, que teve a participação do prefeito Joaquim Neto, faz parte de um conjunto de ações que serão implementadas na Rede Municipal de Ensino, com o objetivo de garantir a aprendizagem dos estudantes, por meio da prevenção e combate à infrequência escolar.

O secretário municipal de Educação, Gustavo Carmo contextualizou a atual situação educacional no município, e ressaltou que os impactos provocados pela suspensão das atividades presencias durante a pandemia e as soluções para enfrentamento das questões impostas se tornaram o centro do planejamento e ações da pasta. “Em 2022, o foco é recuperar o tempo perdido e recompor as aprendizagens, mas para tanto, é fundamental que os estudantes estejam na escola”, pontuou.

Os dados mais recentes do QEdu apontam que Alagoinhas tem uma taxa de abandono de 1,2% e distorção idade/ano em 31%.  Seguindo recomendação dos especialistas em Educação, no início do ano letivo 2022, a SEDUC aplicou a Avaliação Diagnóstica em Rede para verificação do nível de aprendizagem dos estudantes, e o resultado sinalizou que a Rede está situada no padrão de aprendizagem considerado básico, que são quando os estudantes não demonstram um desenvolvimento adequado das habilidades esperadas para sua etapa de ensino.

Nesse mesmo período de aplicação da avaliação diagnóstica, a infrequência escolar no município alcançou o índice de 26%, o que levou a pasta decidir por mais uma semana de aplicação, a fim de alcançar o percentual mínimo de 80%, que confere um resultado e análise mais fidedigna da realidade.

De acordo com o secretário, as ações acontecerão dentro de três eixos: Parcerias com Sistema de Garantia dos Direitos da Criança e do Adolescente- SGDCA, Mobilização Comunitária, e Monitoramento da Frequência Escolar. “As parcerias já estão sendo firmadas, com destaque para o Conselho Tutelar, que vem colaborando com as discussões sobre a busca efetiva dos estudantes infrequentes, bem como a realização de rodas de conversas e palestras nas escolas municipais”, explicou o gestor. 

A mobilização comunitária, chamada de “Seduc nos Bairros”, visa a aproximação e envolvimento das associações de bairro, lideranças comunitárias e comunidade escolar na busca efetiva dos estudantes infrequentes e demais discussões que tem como objetivo garantir a aprendizagem. Sobre o monitoramento da frequência, nesse primeiro momento, será lançado um protocolo com orientações e ações que devem ser empreendidas pelas escolas, para combater a infrequência escolar. O documento já foi apresentado e discutido com o Conselho Tutelar e ainda no mês de maio será apresentado e discutido com todos os gestores escolares e, posteriormente, publicado no Diário Oficial do Município.

No segundo semestre, a SEDUC implementará em todas as Escolas do Ensino Fundamental, a Frequência Digital, através do Leitor Facial. Com esse investimento, Escola e Secretaria da Educação terão dados em tempo real sobre a frequência dos estudantes, proporcionando controle eficiente da assiduidade, otimização do tempo e integração digital ao Conselho Tutelar.

O tema foi explanado pelos palestrantes Lucidalva Bacelar, professora mestre em Planejamento e  Políticas Públicas da Universidade Estadual do Ceará (UECE), e coordenadora do Programa Educar pra Valer, e Júlio César Bezerra, professor mestre em Computação, pela UECE  e diretor adjunto do Educar pra Valer.

Também dividiram a mesa com o prefeito Joaquim Neto e o secretário da SEDUC, Gustavo Carmo, e fizeram observações sobre o problema, a delegada da DEAM, Lélia Raimund, os conselheiros tutelares, Ramon Santos e Cristimary Mendes.A audiência foi acompanhada pelos vereadores Luma Menezes, Thor de Ninha, Jorge da Farinha, Luciano Almeida, Anselmo Bal , Professor Arão e representantes da vereadora Juci Cardoso.




Postar um comentário

0 Comentários