Presidente do PP critica manobra entre Leão e Cacá na chapa de Neto: "A forma não está correta"

O Metro1 já tinha informado que a desistência repentina do vice-governador desagradou os integrantes do PP 

Foto: Divulgação

Presidente nacional do PP, o deputado federal baiano Cláudio Cajado criticou, nesta terça-feira (3), trocar repentinamente o vice-governador João Leão (PP) pelo deputado federal Cacá Leão (PP) na vaga de senador na chapa de ACM Neto, mas Cajado descartou qualquer possibilidade de rompimentos dentro da legenda.

"Não concordo com a forma com que essa decisão foi tomada.  ui solidário com vice-governador João Leão no rompimento pela forma com que ele foi tratado (senador Wagner anunciou que ele não seria governador tampão pelo rádio), e aí ele reúne os deputados e diz: 'estou com problemas de saúde, não serei mais candidato a senador, serei candidato a deputado federal e Cacá será candidato ao Senado, e minha decisão é irrevogável. A forma (de tomar a decisão) não está correta", disse Cajado ao Metro1.

Perguntado se a decisão de Leão podia provocar rompimentos no partido, Cajado respondeu: "não". Já quando questionado se o desgaste seria superado, o deputado disse: "aí temos que aguardar".

Metro1 já tinha informado que a desistência repentina do vice-governador desagradou os integrantes do PP.


Rodrigo Daniel Silva/Metro1

Postar um comentário

0 Comentários