Dia Internacional da Síndrome de Down é celebrado com o evento “Nossas diferenças nos tornam iguais”



Em alusão ao Dia Internacional da Síndrome de Down, comemorado nesta segunda-feira, 21 de Março, a Prefeitura de Alagoinhas, por meio da Secretaria de Assistência Social (SEMAS), em parceria com a Secretaria de Saúde (SESAU) e a Pestalozzi, realizou o evento “Nossas diferenças nos tornam iguais”. O objetivo foi celebrar a vida das pessoas com trissomia do cromossomo 21 e disseminar informações para promover a inclusão de todos na sociedade.

A mesa foi composta por representantes da SEMAS, da  Pestalozzi Alagoinhas, do Conselho da Pessoa com Deficiência, do Centro Especializado de Reabilitação e da SESAU.  As alunas com Down, Bárbara Brito e Lidiane Santana, fizeram uma apresentação de balé na abertura.

Divulgação SEMAS

A Palestra Magna foi realizada pela psicóloga Alice Florêncio, com foco na inclusão. Posteriormente,  aconteceu um  momento de vivências com as mães das crianças com Down. Elas contaram  suas histórias , vivências e desafios .

“O papel da família na vida da pessoa com Síndrome de Down é muito importante, pois é ela que proporciona – com demonstrações de carinho, estimulação e respeito –  as estruturas necessárias para a inserção no ambiente social e escolar”, declarou a Coordenadora de Diversidade Social da SEMAS Luciana Mendes.

Foto: Divulgação SEMAS

O que é a Síndrome de Down?

A Síndrome de Down (SD) ou trissomia do cromossomo 21 é uma alteração genética produzida pela presença de um cromossomo a mais, o par 21. Isso quer dizer que as pessoas com Síndrome de Down têm 47 cromossomos em suas células, ao invés de 46, como a maior parte da população.

A Síndrome de Down não é uma doença e não deve ser tratada como tal. Pessoas T 21 são , na maior parte do tempo, saudáveis. Ocasionalmente, como consequência de baixa resistência imunológica, as crianças com Síndrome de Down, principalmente nos primeiros anos de vida, são mais susceptíveis a infecções, principalmente no sistema respiratório e digestivo. Essa propensão vai diminuindo com o crescimento.

Fotos: Divulgação SEMAS


Postar um comentário

0 Comentários