Clubes sugerem mudança de formato da Série C; Vitória vota em fórmula atual

Clubes sugerem mudança de formato da Série C; Vitória vota em fórmula atual
Foto: Lucas Figueiredo / CBF

Os 20 clubes participantes da Série C 2022 aprovaram a mudança do formato de disputa da competição. A reunião aconteceu nesta quinta-feira (6) e agora a proposta será levada para a Confederação Brasileira de Futebol (CBF). Assim como os demais representantes do Nordeste, o Vitória votou a favor da fórmula atual, como disse o presidente interino e do Conselho Deliberativo, Fábio Mota.

 

"Nós tivemos uma reunião, os 20 clubes que estão na Série C. Se colocou duas fórmulas em votação. A fórmula um seria a atual, que são dois grupos regionais, onde se classificariam quatro em cada grupo e se formam os oito. E a fórmula nova, que é de pontos corridos, onde todos jogam contra todos em turno único, e classifica os oito primeiros. O Vitória votou na primeira fórmula. O Vitória e todos os nove clubes do Nordeste. Os outros 11, que entrou Remo, Paysandu e Manaus, e o Aparecidense votaram no turno único, onde serão 10 partidas em casa, no caso do Vitória, e nove fora, classificando oito para os dois quadrangulares de quatro. Como perdemos, somos obrigados a aderir o que a maioria decidiu. O que vai para a CBF é essa fórmula que a maioria decidiu. O sonho de todos seria pontos corridos, ida e volta. Mas é difícil por causa dos custos financeiros", afirmou em entrevista coletiva.

 

Para que a disputa da Série C de pontos corridos seja feita com 38 rodadas, os clubes exigem que a Confederação Brasileira de Futebol (CBF), promotora da competição, faça um aporte financeiro para cada agremiação participante, de pelo menos 50% do que é dado na Série B. No ano passado, cada equipe recebeu R$ 8 milhões em cotas de transmissão na segunda divisão. Ou seja, para a terceirona, a entidade nacional teria que oferecer R$ 4 milhões para que o formato seja aprovado. 

 

Ainda segundo o dirigente do Leão, a nova fórmula da Série C de pontos corridos em turno único pode ser implantada já nesse ano. No entanto, para ser alterada, precisa do aval da CBF.

 

"Esse ano já. Isso foi uma reunião da Associação da Série C. Não quer dizer que a CBF vá topar mudar a fórmula que existe nesse exato momento", pontuou.

 

A reunião aconteceu com a Associação Nacional de Clubes, mas não contou com a presença da CBF. As propostas de eventuais mudanças ainda serão levadas para a entidade controladora do futebol brasileiro.

 

No calendário de 2022 da CBF, a Série C conta com 26 datas, que é a quantidade do formato do passado. O campeonato está marcado para começar no dia 10 de abril e a final em 1º de outubro. Além do Vitória, Remo, Confiança, Brasil de Pelotas, Manaus, Ypiranga, Botafogo-PB, Volta Redonda, Paysandu, Ferroviário, Altos, Figueirense, Floresta, São Jose-RS, Botafogo-SP, Mirassol, Aparecidense, Atlético-CE, Campinense e ABC vão disputar a terceirona.



Bahia Notícias

Postar um comentário

0 Comentários