Cruzeiro com 56 passageiros infectados com Covid-19 é proibido de desembarcar em Salvador

O secretário de Saúde de Salvador, Leo Prates, disse à imprensa que está recebendo cada vez mais notificações de passageiros infectados no navio

Foto: Reprodução

Na manhã desta quinta-feira (30), passageiros de um navio de cruzeiro foram impedidos de desembarcar na capital baiana. O motivo: um surto de Covid-19 na embarcação. Até o momento, 56 passageiros testaram positivo para a doença.

O secretário de Saúde de Salvador, Leo Prates, disse à imprensa que está recebendo cada vez mais notificações de passageiros infectados no navio. "Já são 56 e, por isso, nós estamos bloqueando junto com o governo do estado e a Sesab (Secretaria Estadual de Saúde), a descida desses passageiros até nós termos toda a segurança", afirmou.

O navio Costa Diadema está atracado no porto de Salvador. A porta-voz da Diretoria de Vigilância à Saúde do Município, Andréa Salvador, encontra-se no local para alinhamento das medidas e ao final da inspeção atenderá a imprensa. A Secretaria Municipal de Saúde informou ainda que "equipes da DVIS/CIEVS Município em ação conjunta Estado e ANVISA estão desde cedo fazendo monitoramento da situação epidemiológica e adotando medidas de segurança de acordo com os protocolos sanitários".


Maria Clara Andrade/Metro1

Postar um comentário

0 Comentários