MP ajuíza ação contra União Brasil, PL, Avante e PT por propagandas irregulares na Bahia

Foto: Reprodução

A lei prevê a pena de cassação do horário de exibição gratuita previsto, se comprovada a irregularidade na propaganda

O Ministério Público Eleitoral ajuizou ação contra o União Brasil, o PT, o Avante e o PL por propaganda partidária irregular.

O MP acusa os partidos de utilizaram seus horários de propaganda partidária gratuita em televisão e rádio para a promoção pessoal de seus pré-candidatos ao governo ou ao legislativo: ACM Neto (União Brasil), Jerônimo Rodrigues (PT), João Roma, Raíssa Soares, ambos do PL e André Janones (Avante)

O órgão lembra que o horário deve ser utulizado para difundir os programas partidários, transmitir mensagens aos filiados, incentivar a filiação partidária e esclarecer o papel dos partidos na democracia brasileira.

A lei prevê a pena de cassação do horário de exibição gratuita previsto, se comprovada a irregularidade na propaganda. 


Metro1

Postar um comentário

0 Comentários