Caso Leandro Bossi: ossada do menino foi encontrada 30 anos após sumiço

Foto: Cedoc/RPC

Ainda não foram reveladas informações sobre causa da morte, nem de possíveis responsáveis pelo crime

O governo do Paraná informou, nesta sexta-feira (10), ter encontrado a ossada do menino Leandro Bossi, desaparecido há 30 anos. Segundo o estado, o material genético é correspondente ao da criança. 

Leandro desapareceu em 15 de fevereiro de 1992, aos 7 anos de idade. O desaparecimento aconteceu dois meses antes de Evandro Ramos Caetano, na época com seis anos, sumir. O caso de Evandro foi elucidado e virou até documentário. Mas o de Bossi, nunca teve o inquérito policial concluído. 

A confirmação de que a ossada é de Leandro Bossi foi feita pelo secretário de Segurança Pública, Wagner Mesquita. Ele não detalhou onde a ossada foi encontrada, quando foi analisada, nem quando houve a confirmação do material genético. 

Segundo o portal g1, também não foram reveladas informações sobre causa da morte, nem de possíveis responsáveis pelo crime. 


Metro1

Postar um comentário

0 Comentários