Bolsonaro tenta reaproximação com ACM Neto

Presidente do PL recebeu o deputado Elmar Nascimento (União Brasil) para conversar sobre a possibilidade de uma aliança

Foto: Alan Santos/PR
Foto: Alan Santos/PR

 

A cúpula de campanha do presidente Jair Bolsonaro (PL) estuda a possibilidade de abrir mão da candidatura de João Roma (PL) ao governo da Bahia. De acordo com o Valor Econômico, o presidente nacional do Partido Liberal, Valdemar Costa Neto, conversou nos últimos dias com interlocutores do ex-prefeito de Salvador, ACM Neto (União Brasil), líder nas pesquisas de intenção de voto para o Palácio de Ondina, para tentar selar um acordo.

Ainda segundo a matéria, há cerca de dez dias Valdemar recebeu o deputado Elmar Nascimento (União Brasil) para conversar sobre a possibilidade de uma aliança já no primeiro turno. O parlamentar, por sua vez, teria dito ao presidente do PL que as chances eram pequenas, por conta da força do ex-presidente Lula (PT) no estado.

O deputado do grupo carlista concordou, no entanto, que a retirada da candidatura de Roma aumentaria as chances de uma vitória em primeiro turno. Nesse caso, Neto ficaria mais livre para, no segundo turno da eleição presidencial, colar sua imagem à do atual presidente.

Aliados de Bolsonaro também estudam a possibilidade de abrir mão da candidatura a governador em Minas Gerais. O senador Flávio Bolsonaro (PL) conversou nos últimos dias com o governador mineiro, Romeu Zema (Novo), que tentará a reeleição.

Se a aliança for concretizada em Minas, Bolsonaro também se afastaria do senador Carlos Viana, que disputa o governo do estado pelo PL.

Bahia.ba

Postar um comentário

0 Comentários