Licitação para compra de câmeras corporais para policiais deve acontecer ainda este mês

Licitação para compra de câmeras corporais para policiais deve acontecer ainda este mês
Foto: Alberto Maraux / SSP-BA

Almejada pela Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP-BA) desde meados de 2021, a instalação de câmeras corporais nos uniformes de policiais militares, civis e bombeiros do estado deve finalmente começar a sair do papel.

 

Em nota enviada ao Bahia Notícias, a SSP informou que finalizará ainda essa semana a pesquisa de mercado, com o valor referencial das câmeras. Ainda segundo a secretaria, após esse processo, será publicada a licitação.

 

 A data coincide com a previsão dada pelo secretário Ricardo Mandarino ao BN, no final do ano passado. "Estamos trabalhando com o processo de licitação, e vamos ajustar de acordo com os recursos que nós dispomos e também a quantidade. Eu acredito que no começo do próximo ano", disse Mandarino na ocasião (lembre aqui).

 

Na visão do titular da SSP, a adoção de câmeras vai proteger os policiais, mostrando as dificuldades enfrentadas, e também os cidadãos que sofrem com abuso de poder, racismo, homofobia, entre outros delitos praticados por uma parcela mínima de servidores públicos.

 

A expectativa era licitar ainda em 2021. Em setembro, Jurandilson Nascimento, capitão da PM e diretor de TI na Secretaria de Segurança Pública (SSP-BA) havia manifestado a perspectiva (relembre aqui).

 

Os testes iniciaram em agosto do ano passado. Segundo Nascimento, algumas funcionalidades do sistema estão sendo testadas. "O foco principal é gravar a imagem do profissional no decorrer das atividades, a imagem fica em um sistema - a depender da relevância por até um ano. [O foco] É transmitir em tempo real as imagens. O centro de operações, poderá puxar, estamos fazendo os testes, geolocalização e alguns testes para cada instituição. Queremos antecipar", disse.

 

EXPERIÊNCIA POSITIVA

A Polícia Militar de São Paulo iniciou o uso de câmeras acopladas ao uniforme junho de 2021. Nesta primeira fase, foram adquiridas 2.500 unidades das câmeras. O uso do equipamentos será ampliado já que a previsão para este ano é que mais 7 mil câmeras sejam instaladas.

 

De acordo com a PM paulista, entre junho do ano passado até setembro, o número de mortes decorrentes da atividade policial caiu 46% em todo o estado, na comparação com o mesmo período de 2020. Além de São Paulo, Rio de Janeiro, Rondônia e Santa Catarina, já adotam o equipamento.



Anderson Ramos/Bahia Notícias

Postar um comentário

0 Comentários