Terremoto de magnitude 6,1 no Afeganistão deixa mais de 900 mortos

Foto: Reprodução 

Segundo as autoridades do país, mais de 600 pessoas ficaram feridos após o tremor desta quarta-feira (22) 

Um terremoto de magnitude 6,1 na escala Richter matou mais de 900 pessoas no Afeganistão nesta quarta-feira (22), disseram as autoridades do país, acrescentando que mais de 600 ficaram feridos e verificações estão sendo realizadas para ver se o número de vítimas pode aumentar.

O tremor ocorreu a cerca de 44 quilômetros da cidade de Khost, perto da fronteira com o Paquistão, a uma profundidade de 51 quilômetros, informou o Serviço Geológico dos Estados Unidos.

O tremor foi sentido por cerca de 119 milhões de pessoas no Paquistão, Afeganistão e Índia, disse o Centro Sismológico Europeu nas redes sociais. 

Fotografias publicadas pela mídia afegã mostraram casas reduzidas a escombros.

O chefe de gerenciamento de desastres naturais do governo talibã, Mohammad Nassim Haqqani, disse que a maioria das mortes ocorreu na província de Paktika, onde 100 pessoas morreram e 250 ficaram feridas.

Outras 25 pessoas foram mortas em Khost e cinco na província de Nangarhar, disse ele, acrescentando que investigações estão sendo conduzidas para determinar se há mais vítimas.

Não houve relatos imediatos de danos ou vítimas no Paquistão.

O desastre ocorre no momento em que o Afeganistão enfrenta uma grave crise econômica desde que o Talibã assumiu o poder em agosto do ano passado, quando as forças internacionais lideradas pelos EUA se retiraram do país após duas décadas de guerra.

Em resposta à tomada do Talibã, muitos governos impuseram sanções ao setor bancário do Afeganistão e cortaram bilhões de dólares em ajuda financeira. 

Da CNN

Postar um comentário

0 Comentários