Nova pesquisa é um pesadelo para Lula

Foto: Divulgação

Não se esperava, nem no PT, nem entre os mais respeitados cientistas políticos, que Jair Bolsonaro superasse Lula numericamente em São Paulo, antes mesmo do início oficial das eleições. Mas é o que mostrou a nova rodada do instituto Paraná Pesquisas feita entre os dias 24 e 29 de abril e divulgada neste fim de semana.

Bolsonaro tem 35,8% das intenções de voto contra 34,9% de Lula. Acreditem, em São Paulo, o atual presidente ultrapassou o petista, invertendo a posição de um mês atrás.

Diz que o que acontece em São Paulo é o espelho do Brasil.

Espero que não.

Como mostrou a coluna Maquiavel, no final de março, os dois estavam em posições invertidas: o petista tinha 34,1% contra 31,0% do presidente – ou seja, em um mês, Bolsonaro ganhou quase cinco pontos no estado.

E tem gente que acha que a eleição está perdida para Jair Bolsonaro – inclusive Gleisi Hoffmann, que disse o seguinte no mês passado: “Quem tem 60% de rejeição não ganha eleição. Cabe ao campo democrático garantir o processo e derrotar essa aberração”.

1 – Rejeições variam durante a eleição de forma mais rápida, vide o caso do ex-governador de São Paulo João Doria, que viu a sua cair 18% em seis meses.

2 – O campo democrático está dividido, bastante, aliás, vide Lula e Marina Silva, vide Lula e Ciro Gomes e outros exemplos que podemos dar.

Isso sem contar com o imponderável.

Eleição – ainda mais esta – é sempre difícil de prever.

Veja

Postar um comentário

0 Comentários