Cirurgias eletivas voltam a ser realizadas em Alagoinhas



Após 20 anos, Alagoinhas voltará a realizar o serviço de cirurgias eletivas para os munícipes alagoinhenses. Os procedimentos, que vinham sendo realizados nos municípios vizinhos, serão oferecidos na rede pública da cidade e dentre as medidas adotadas para dar segurança aos pacientes e profissionais, destaca-se o primeiro mutirão de triagem de pacientes que será realizado nos dias 30 e 31 de maio, e no dia 01 de junho, no Estádio Carneirão.

Com o intuito de zerar a fila e resolver a demanda reprimida da cidade, no primeiro cronograma, estão previstos cerca de 1.500 cirurgias, além de atendimentos, exames, consultas, entre outros. Para a Secretária de Saúde, Laína Passos, a retomada é importante sobretudo nos casos em que a espera pode implicar em riscos para o paciente. “Há casos de pacientes que precisam de urgência no procedimento, e por algum motivo não podiam mais aguardar, e essas cirurgias sendo oferecidas aqui na cidade facilitarão muito”, destaca.

O prefeito Joaquim Neto comenta que esse é mais um grande salto da Saúde em Alagoinhas. “A retomada das cirurgias eletivas representa que temos trilhado o caminho certo, sempre buscando a melhora para a população. Estamos no primeiro passo com a realização do treinamento com profissionais de saúde. Mas esse é só o começo. Não tenho dúvidas de que a demanda reprimida é grande e que teremos muito trabalho pela frente”, conclui  o gestor.

As especialidades médicas ofertadas para essa primeira etapa serão: cirurgias gerais de vesícula e hérnia, onde o paciente deverá procurar seus postos de saúde para serem avaliados. Na área de ginecologia com as cirurgias de laqueadura tubária ou ligadura das trompas para mulheres que tem 25 anos de idade ou mais e que tiverem mais de um filho,  e a cirurgia de colpoperineoplastia ou plástica vaginal, cirurgia de histerectomia por mioma. Também será ofertada a cirurgia de vasectomia.

Na segunda fase do projeto também será ofertado o serviço de retirada de nódulos de tireóide (para aqueles que tem indicação médica e  precisam fazer uma punção para saber se tem indicação de retirar a glândula tireoide),  e também cirurgias de hemorróida.

Postar um comentário

0 Comentários