Organização e primor marcaram o Casamento Social realizado pela Prefeitura de Alagoinhas

 

Foto: Roberto Fonseca

144 sins foram ditos nesta quinta-feira, 31 de março, no Casamento Social realizado pela Prefeitura de Alagoinhas, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social (SEMAS). Dois deles foram dos noivos André Rodrigues dos Santos e Maria Vera de Lima Souza, que já convivem há 22 anos.

“É o momento que a gente esperava há muitos e muitos anos!”, disse André, destacando a “organização, que está maravilhosa!A gente não esperava por tudo isso. Estamos felizes demais por esse momento ter acontecido de graça, feito pela Prefeitura”.

Maria Vera salientou a importância de regularizar a união. “Estamos juntos há muito tempo e é uma alegria muito grande estarmos aqui para concretizarmos este sonho”. Ela contou que convidou os familiares e amigos mais íntimos para dividirem o momento de celebração coletiva, que contou com um cerimonial gratuito.

Foto: Roberto Fonseca

A primeira-dama e madrinha Ludmilla Fiscina representou o prefeito Joaquim Neto, a quem agradeceu por ter apostado no projeto, “que  sempre idealizei”, disse a ex-secretária da pasta de Assistência Social.

“Cada vez mais eu sinto que precisamos levar amor para as pessoas porque o amor transforma”, disse ela. “Ver várias pessoas casando se reflete na valorização da família. Quero agradecer a todos os profissionais que, de maneira direta ou indireta, estão aqui”.

Foto: Roberto Fonseca

O atual secretário Rui Brito foi o padrinho, na ausência do prefeito, e demonstrou bastante emoção ao falar da cerimônia. “Hoje é a realização de um sonho. Estamos emocionados e felizes, o Casamento Social requer estrutura e principalmente estrutura emocional. É a semente de novas famílias”.

“A confiança dos casais no nosso trabalho é primordial. Eles depositaram o sonho de um casamento nas mãos de uma estrutura pública. Isso demonstra respeito e consideração com os serviços prestados pela Prefeitura de Alagoinhas”, complementou o secretário.

Foto: Roberto Fonseca

Outro casal de noivos satisfeitos com a cerimônia foi André Vinícius e Aniele Souza de Oliveira, moradores da Juracy Magalhães. “Quando se faz com amor tudo se torna mais bonito e especial. Quando a gente chegou aqui, encontramos tudo muito mais bonito e organizado do que imaginávamos. Só temos a agradecer!”, disse Aniele.

“O coração do noivo está ansioso. Já faz 10 anos de espera. Graças a Deus ele chegou! É um momento único que a gente vai levar para o resto da nossa vida”, arrematou André Vinícius.

Bastidores

A Diretora de Inclusão e Promoção Social da SEMAS Emanuele Lopes relatou que o Casamento Social foi o resultado de alguns meses de trabalho de bastidores. “Tivemos um intenso diálogo com os cartórios, a abertura do edital e o período de inscrições”.
Ela informou que, inicialmente, seriam apenas 40 casais, “mas devido à grande procura abrimos para 102 casais. Desses, 74 tiveram suas inscrições homologadas, ou seja, entregaram toda a documentação em cartório”.

Foto: Roberto Fonseca

A Diretora também citou o Encontro de Casais, realizado previamente, como essencial para o grande dia. “Foi um momento muito interessante de fortalecimento de vínculos e de interação. Hoje, na verdade, é a culminância de um projeto que vem sendo cuidado desde o final do ano passado”.

O primeiro e segundo cartórios abriram plantões aos finais de semana para atender os casais. “Uma parceria muito interessante. Sem ela, nada disso seria possível”, concluiu Emanuele.

Fotos: Roberto Fonseca

 

Postar um comentário

0 Comentários