Polícia prende três homens envolvidos na morte do congolês Moïse no RJ

De acordo com a polícia, eles devem responder por homicídio duplamente qualificado, impossibilidade de defesa e meio cruel

Foto: reprodução TV Globo
Foto: reprodução TV Globo

 

Três homens foram presos nesta terça-feira (1) pelas agressões que levaram à morte do congolês Moïse Kabamgabe em um quiosque na Barra da Tijuca, na Zona Oeste do Rio. Segundo a polícia, um dos presos é vendedor de caipirinhas na praia e foi preso em Paciência, também na Zona Oeste. Ele foi identificado apenas como Fábio Silva.

Ainda segundo a polícia, Fábio estava escondido na casa de parentes e confessou aos agentes que deu pauladas no congolês. À tarde, outro homem que também afirmou ter cometido as agressões também se apresentou e foi levado para a Delegacia de Homicídios do Rio. Já o terceiro preso não foi identificado pela polícia até o momento.

A polícia apreendeu uma arma usadas no crime: uma barra de madeira, que tinha sido descartada em um mato perto do local do crime, segundo o delegado Henrique Damasceno, da Delegacia de Homicídios.

De acordo com o delegado, eles devem responder por homicídio duplamente qualificado, impossibilidade de defesa e meio cruel.

Bahia.ba

Postar um comentário

0 Comentários