Comprovante de vacinação será exigido para acesso a bares, restaurantes e prédios públicos



Com o aumento vertiginoso nos casos de Covid-19, o prefeito Joaquim Neto assinou um decreto, nesta terça-feira (01), com algumas determinações, objetivando conter o avanço do coronavírus em Alagoinhas. Uma delas, é a exigência de cartão de vacinação para adentrar bares e restaurantes. É aceito, ainda, o certificado Covid, emitido pelo Ministério da Saúde, via aplicativo Conect SUS.

O acesso a prédios públicos também será liberado apenas ao cidadão com o esquema vacinal completo. Outro ponto importante incluso no decreto é a obrigatoriedade de imunização dos servidores do município, sob risco de instauração de processo administrativo.

No boletim epidemiológico divulgado nesta terça-feira (01), pela Secretaria de Saúde (SESAU), o número de casos ativos chegou a 912. Embora o aumento expressivo desperte cuidados redobrados, os sintomas, em geral, têm se manifestado de forma leve, devido ao avanço na imunização. Alagoinhas já vacinou, com a primeira dose, 97% da população.

O Gripário de Santa Terezinha também ganhou reforço, com a contratação de novos médicos. O teste de detecção da Covid-19 pode ser feito, gratuitamente, no Gripário e nos postos de Saúde do município.

Postar um comentário

0 Comentários