Bahia concentrou 71,3% da produção de amêndoas de cacau do país em 2021

Resultado do cultivo no ano passado, segundo as indústrias processadoras, alcançou um aumento de 39,72% frente a 2020

Foto: assessoria/Seagri
Foto: assessoria/Seagri

 

A Bahia, que já era líder nacional, respondeu por 71,3% da produção brasileira de amêndoa de cacau no ano passado. O estado produziu um total de 140.928 toneladas deste insumo – alta de 30,72% referente a 2020. Os dados foram divulgados pela Secretaria de Agricultura do Estado (Seagri), citando levantamento da Associação Nacional das Indústrias Processadoras de Cacau (AIPC).

“Isso é motivo a ser muito comemorado. Ainda mais nesse momento em que estamos reorganizando toda a cadeia produtiva do fruto na Bahia, agregando valor ao produto e incentivando a criação de fábricas de chocolate no estado”, comentou o secretário da Agricultura, Pecuária, Irrigação, Pesca e Aquicultura da Bahia (Seagri), João Carlos Oliveira. “No Sul da Bahia já existem mais de 100 marcas de chocolate de origem”.

Segundo a Seagri, o setor do cacau responde por mais de 4 mil empregos diretos e indiretos e movimenta cerca de R$ 23 bilhões anuais. Atualmente, a produção do Brasil está concentrada ainda nos estados do Pará, Espírito Santo e Rondônia. Dados da AIPC mostram que cerca de 93 mil produtores rurais se dedicam ao cacau no Brasil.

Bahia.ba

Postar um comentário

0 Comentários