Coca-Cola vai transformar um de seus refrescos mais populares em bebida alcoólica

Em parceria com a cervejaria Corona Constellation Brands, empresas vão lançar o Fresca Mixed, coquetel à base de aguardente

REUTERS/Dylan Martinez

Coca-Cola está entrando na moda dos coquetéis em lata com uma versão alcoólica do refrigerante Fresca.

Em parceria com a cervejaria Corona Constellation Brands, as empresas vão lançar, ainda este ano, o Fresca Mixed, um coquetel à base de aguardente.

Fresca é a segunda bebida não-alcoólica de propriedade da Coca a ser transformada em uma versão alcoolizada. Em 2020, lançou com sucesso o seltzer Topo Chico.

Imagens e informações nutricionais para Fresca Mixed ainda não foram divulgadas.

A Constellation e a Coca disseram que estão lançando o produto porque a Fresca está “passando por um aumento na popularidade”.

Sem calorias e sem açúcar, a bebida de 64 anos é uma escolha ideal para misturas. Apesar de ainda não revelarem quais sabores serão lançados, as empresas disseram que o novo coquetel será “inspirado em receitas criadas por fãs do Fresca de todo o mundo”.

Um fã notável é o apresentador Andy Cohen, que costuma beber uma “Frequila” em seu programa “Bravo”, que mistura tequila e Fresca.

As vendas de coquetéis em lata explodiram à medida que os consumidores buscam conveniência e novos sabores para além do vinho e da cerveja.

A categoria de bebidas cresceu 53% no ano passado e deve crescer mais 29% nos próximos três anos, de acordo com dados da IWSR Drinks Analysis.

A pesquisa da Constellation diz que as bebidas alternativas para adultos, que incluem coquetéis prontos para beber, representam um mercado de US$ 8 bilhões e vão continuar a crescer.

A moda está ofuscando os seltzers. Após fortes vendas nos últimos anos, a bebida de baixa caloria perdeu popularidade à medida que os clientes se cansavam dela.

A rival da Coca, PepsiCo, anunciou no ano passado sua entrada em bebidas alcoólicas com “HARD MTN DEW”, uma bebida em lata sem açúcar com 5% de álcool por volume, sendo criada com a Boston Beer Company.


Jordan Valinskydo CNN Business

Postar um comentário

0 Comentários