Justiça suspende condenação de ex-ministro Antonio Palocci

Justiça Federal do Paraná decidiu que ex-petista devolva tornozeleira e os respectivos acessórios 

Foto: Reprodução/YouTube
Foto: Reprodução/YouTube

 

O ex-ministro Antonio Palocci teve suspensa sua execução penal em decisão durante o regime de plantão da Justiça Federal do Paraná. O juiz Dineu de Paula determinou que ele pode retirar o lacre de sua tornozeleira eletrônica. A informação é da coluna de Guilherme Amado, do portal Metrópoles.

A decisão do juiz foi tomada após o ministro Jesuíno Rissato, do Superior Tribunal de Justiça (STJ), reconhecer a competência da Justiça Eleitoral do Distrito Federal para processar e julgar a ação penal em que Palocci foi condenado, declarando a nulidade de todos os atos decisórios.

Em sua decisão, Dineu de Paula determinou que Palocci devolva a tornozeleira e os respectivos acessórios (carregador, etc) durante o recesso judiciário ou por meio dos Correios, informando ao juízo a opção escolhida.

Palocci foi condenado na Lava Jato em junho de 2017, por corrupção e lavagem de dinheiro. O Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4) reduziu a pena de 12 anos e 2 meses, da primeira instância, para 9 anos e 10 dias. Em agosto de 2019, o ex-ministro passou para o regime aberto com tornozeleira eletrônica.

Bahia.ba

Postar um comentário

0 Comentários