Conselho Deliberativo debate orçamento e futebol com direção do clube

Reunião sobre a situação dentro de campo foi agendada após o rebaixamento do tricolor para a Série B do Brasileirão

Foto: Felipe Oliveira/divulgação
Foto: Felipe Oliveira/EC Bahia

 

O Conselho Deliberativo do Bahia terá duas reuniões seguidas nesta segunda-feira (20), ambas de forma remota, às 18hs e às 20hs. A primeira é estatutária, na qual a direção executiva apresentará os planos de gestão e o orçamento para 2022, que precisa ser aprovado pelo colegiado. No encontro seguinte, marcado depois do rebaixamento para a Série B do Campeonato Brasileiro, o tema será o futebol no próximo ano. A ‘lavagem de roupa suja’ foi solicitada pelos grupos + Bahia, Bahia é de Todos e de Todas e Independente Tricolor.

Até agora, o Bahia demitiu os dois gestores de futebol contratados este ano – Lucas Drubrscky e Júnior Chávare -, renovou com o técnico Guto Ferreira e o goleiro Danilo Fernandes e está próximo de manter o lateral Nino e o atacante Rossi. Também anunciou a contratação do lateral-esquerdo Luiz Henrique, ex-Londrina. Outros nomes, como o zagueiro Conti, o meia Ramirez e o atacante Gilberto dificilmente continuarão, devido a remuneração alta ou ao custo para a aquisição dos direitos federativos.

Com a queda de divisão, o orçamento de 2022 deve ficar em torno de 50% dos R$ 151 milhões projetados para este ano. Para cortar custos, a diretoria anunciou algumas medidas, como a suspensão do futebol feminino até abril, quando começará a preparação para o Brasileiro da segunda divisão da modalidade.

O presidente do conselho, Leonardo Martinez, nega qualquer possibilidade de se discutir o impeachment do presidente Guilherme Bellintani, até porquê – segundo relatou ao GE Bahia – sequer há essa proposta tramitando.

“Até o momento, depois da dispensa dos gestores do departamento de futebol, precisamos saber como será gerido o futebol, se serão contratados, quantos serão contratados, se tem nomes. Enfim, esse tipo de informação é importante. Também qual o papel de cada profissional que seja contratado”, declarou, a respeito da reunião sobre futebol.

Bahia.ba

Postar um comentário

0 Comentários